2ª via de Boleto por CPF

Infiltração e vazamento nos apartamentos, e agora?

02/07/2021 - Post

Infiltrações e vazamentos dentro de um apartamento podem trazer problemas e dores de cabeça se não resolvidos logo de início. As paredes ou teto mancham aos poucos e exigem um gasto de tempo, paciência e dinheiro que poderiam ter sido evitados. Além, claro, de poderem danificar a própria estrutura do prédio.

Mas então como um condomínio pode evitar que esses pequenos acidentes aconteçam? Primeiro, é preciso saber o motivo dos vazamentos e infiltrações; geralmente os canos velhos ou mão de obra desqualificada são os culpados. 

Os canos velhos começam a se deteriorar com o tempo – muitas vezes por conta do material que costumavam ser feitos (ferro fundido ou galvanizado), prejudicando o seu bom funcionamento e ocasionando em infiltrações. 

O material de encanamento mais aconselhado pelos profissionais do ramo é o cobre, pois possui maior resistência e não sofre com variações de estrutura devido à mudança de temperatura.

Tipos de vazamento mais comuns

Há dois tipos muito comuns em prédios; um é facilmente identificável, geralmente na parte interna dos apartamentos, onde o gesso da parede começa a embolorar e o azulejo, a mofar. O outro, mais delicado, acontece na coluna do prédio, no cano que abastece os apartamentos. Esse é mais difícil de perceber, pois não apresenta sinais iniciais.

Como evitar a infiltração?

É fundamental observar as paredes e o teto. Se apresentarem qualquer sinal de irregularidade, como manchas, mofo ou bolhas, algo está errado.

O primeiro passo para evitar problemas futuros é a manutenção preventiva dos canos, seja com equipamentos que localizem o ponto exato do problema ou do jeito tradicional, quebrando as paredes. 

Outro fator é a contratação de bons profissionais. Uma mão de obra de confiança, com bons arquitetos e encanadores, é de extrema importância. Afinal, qualquer dano ou obra mal feita pode refletir até na estrutura do edifício.

Além disso, claro, é imprescindível investir em materiais de primeira qualidade, que serão mais seguros e vão durar muito mais.

Mas de quem é a responsabilidade?

Dependendo do lugar, a dívida pode ser do próprio morador, do vizinho, ou até mesmo do condomínio.

Se a infiltração aparecer nas colunas do prédio, a responsabilidade é do condomínio. Entretanto, se causar danos dentro dos apartamentos, nos ramais de água ou esgoto, é geralmente sinal de que algo no apartamento de cima não está em bom funcionamento, logo, a conta é do vizinho. 

Mas é importante ressaltar a necessidade e responsabilidade que o condomínio tem de estar sempre a par da situação e tomar medidas preventivas, tanto dentro quanto fora dos apartamentos. Desta forma, evita-se dor de cabeça e gastos desnecessários. 

 
Administradora Nacional

Galeria

loading...
carregando